quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Kapalabhati pranayama - ventilação frontal do cérebro

Técnica: Sente-se em qualquer postura meditativa. Feche os olhos e relaxe todo o corpo. Execute algumas respirações rápidas com enfase nas expirações. Em contraste com a Bastrika, a inspiração deve ser espontânea e sem esforço, só deve acentuar suavemente a expiração. Respire de setenta a cem vezes. Inspire profundamente e execute Jalandhara Bandha , Mula Bandha e Uddiyana bandha. Medite no espaço espaço entre os olhos, mantenha os olhos fechados, percebendo e sentindo a alma. Libere as bandhas, inspire lentamente e relaxe todo o corpo. Isto é uma volta. Repita cinco vezes. 
Permanência: Os iniciantes devem executar como se indica acima. Os praticantes avançados podem aumentar o número de voltas para dez ou mais, especialmente quando se prepara para meditação. Lentamente e durante meses aumente o tempo de retenções, sem forçar excessivamente.
Benefícios: Este processo é para a purificação da parte frontal do cérebro. Nesta pratica os pensamentos e a visão são voluntariamente suspensos. O estado de Shunya,  o vazio se experimenta com a percepção de Akashi a vacuidade do céu aberto. Esta "vacuidade do céu" se refere ao estado da mente em que ela esta calma, ampla e sem limites. É uma técnica eficaz para aliviar a trombose cerebral e excelente preparação para a meditação. 
Histórias, Lendas e Mitos

Nenhum comentário:

Postar um comentário