quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Tranquilidade

Conversando com um amigo ele me disse:- como você é totalmente tranquila... 
Não, não sou totalmente tranquila, até gostaria de ser, desde que todos também fossem. Porque, se apenas eu fosse totalmente tranquila, imagine o inferno que a minha vida seria. A tranquilidade total só teria sentido se eu vivesse num mundo ideal. Sou só tranquila em busca de um mundo ideal e da minha parte, tenho tentado ser alguém melhor, controlar impaciências, restringir ansiedades, evitar iras, reconhecer meus erros e aprender com eles, e sempre buscando a tranquilidade através da meditação, yoga nidra e da minha prática diária de Yoga. E isto pra mim é como voltar ao começo do mundo, onde a vida ainda gesta, onde o escuro permeia todos os instantes do dia e ali descubro uma felicidade nova e funda que não entendo, mas que me pertence, um pouco mais a cada dia e assim nasço em partes cada vez mais claras,cada vez mais perto do Sol.
E ele me diz que não consegue, que não é possível. Eu disse:- é sim, só não é fácil trazer isto para o mundo convencional é preciso coragem. Porque ter medo? Medo de que? Se entregue à experiência medite e pratique... Siga seu coração, pois os ensinamentos estão dentro de você, trabalhando ou viajando pelo mundo deseje que os ventos soprem e te levem a liberação do sofrimento, reveja seus planos de hoje, o que será transformado? O que será mantido? O que será descartado? São pequenos ajustes que podemos fazer no mundo convencional e que vão nos ajudar a ter mais tempo e dedicação na nossa prática. Swami Sivananda ensina que uma pitada de prática vale mais que toneladas de teoria... Pratique, pratique
Yatna, seja bom!

4 comentários:

  1. Quem escreve esses textos? São super legais!
    Asè

    ResponderExcluir
  2. Sou eu mesma querido, uma professora de yoga que as vezes se atreve a escrever rsrrs

    ResponderExcluir
  3. O que realmente torna uma pessoa tranquila é a temperança, fruto do espírito, que só Deus pode nos proporcionar quando entregamos nossa vida para que Ele venha guiar.

    ResponderExcluir
  4. Querida Carla, mesmo para a temperança é necessário prática, e a força para se manter em Sadhana ( Caminho Espiritual) vem de Deus,em entregar e confiar. Abraços

    ResponderExcluir